O Caleidos nasceu como um grupo de pesquisa vinculado a uma companhia de dança criados por Isabel Marques em 1996, na Faculdade de Educação da UNICAMP. Em 1998, desliga-se da universidade e dá continuidade ao trabalho artístico como grupo independente de pesquisa, docência e criação, cadastrando-se também como empresa na cidade de São Paulo.

Desde a sua criação, os objetivos do Caleidos Cia. de Dança mantiveram-se inalterados: abrigar e desenvolver as atividades de iniciação, apreciação, reflexão, pesquisa e criação em arte em suas interfaces com a educação por meio de atividades artísticas (produção de espetáculos e eventos de dança), docentes (cursos, workshops, eventos) e de pesquisa (seminários, encontros, publicações).

O Caleidos Cia instala-se na interface entre a arte e a educação. Despregando-se dos estigmas convencionais postulados ingenuamente por artistas e professores tradicionais de que arte e educação são campos distintos, a cia. de dança desenvolve espetáculos comprometidos com o diálogo e a reflexão com o público – valor da educação – e ao mesmo tempo comprometidos com a interação e pesquisa da linguagem da dança – valor da arte.

Em 2001, com a entrada de Fábio Brazil na companhia/empresa, as atividades de pesquisa, criação e docência do Caleidos expandiram-se também para as interfaces entre dança e poesia.

Desde a sua fundação, o Caleidos Cia. criou projetos e espetáculos que no conjunto refletem a face híbrida da cia de dança: arte e educação dialogam com a finalidade de que a arte não seja escolarizada e de que o ensino de dança não perca sua potência artística.

A partir de 1996, o Caleidos Cia. de Dança norteia seu trabalho pela

  • pesquisa e produção artística que busca estudar e criar interfaces entre a arte, o ensino e a sociedade;
  • pesquisa de linguagem com interface entre princípios de Rudolf Laban, a cena coreográfica, a dramaturgia e de preparo corporal técnico dos intérpretes;
  • pesquisa e investigação sobre a interatividade como valor estético/educacional;
  • pesquisa e investigação sobre as relações entre a arte e o ensino na formação de professores e artistas da dança.

Em torno dessas linhas de pesquisa, investigação, criação e produção foram criadas as 09 versões do espetáculo COREOLÓGICAS – Coreológicas I, II, III, IV, V, Brasil-Finland e Ludus.

Além dos espetáculos COREOLÓGICAS, carro chefe das pesquisas e investigações em torno da linguagem da dança (princípios de Laban), foram criados os espetáculos CIDADE EM TRÂNSITO (1998), POESIA PRESENTE (2001), SILÊNCIO, GAIOLA! (2004), LUGAR COMUM (2005), ARES FAMILIARES (2009), QUATRO CANTOS (2010), MAPAS URBANOS (2011) e PARA O SEU GOVERNO (2012).

O Caleidos Cia. de Dança foi contemplado por editais públicos do Programa de Fomento à Dança do Município de São Paulo e pelo Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAC), tendo se apresentado em diversos espaços cênicos e estados do Brasil e no exterior.

Desde 2011, o Caleidos Cia. de Dança tem sua sede própria de ensaios e apresentações no Instituto Caleidos, em São Paulo, capital.